segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Se tu soubesses como machuca, não amaria mais ninguém

Há algumas horas você foi embora
Não de mim, mas da cidade
E eu queria saber expressar
mais do que em palavras
o que sinto agora
Não sei como vai ser amanhã,
mas ainda vou estar apaixonada
pelo cara mais engraçado
e ridiculamente bonito,
que apareceu na minha poesia
Dono do riso mais chato e cativo,
você precisa saber que hoje eu derramei pesar
por todas essas avenidas,
depois que lhe abracei pela última vez
Hoje eu sou mais triste do que um pássaro
morto na calçada
Pois minha felicidade, voou contigo.

Vou lutar por você
Depois vamos dividir a exaustão
a agonia
a distância
Voltaremos a dividir a cama
e
a vida.



Título: Pelo interfone - Cícero

7 comentários:

  1. Hellen.... as pessoas que amamos nem sabem o quão grande é o machucado que deixam quando se vão.... é uma dor dolorosa e dolorida, que nos machuca, mesmo com o tempo!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ah guria, doeu um bocado ler esse poema tão bonito.
    Essa situação se faz tão presente na minha vida.
    Ficou lindo, tem sempre um que de beleza na tristeza e nas despedidas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. "Hoje eu sou mais triste do que um pássaro
    morto na calçada
    Pois minha felicidade, voou contigo."

    Meu Deus! Tu é demais! Dominas as palavras como ninguém, usas e abusas das imagens, sempre surpreendentes. Impactante, Hellen.

    ResponderExcluir
  4. Olhos marejados de lágrimas (...) :(
    Talvez porque neste instante esse sentimento tbm faça parte do meu coração. E dói! Acho que não há nada mais doloroso do que perder alguém por quem amamos. Mas, apesar de parecer clichê, eu também acredito que o tempo cure. Nada é pra sempre, nem mesmo a dor.
    Fica bem, flor.

    Amei seu blog.
    Beijo,
    http://cecisouza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O primeiro álbum do Cícero tem umas letras incríveis e essa foi um complemento com teu poema.

    ResponderExcluir
  6. Que dê tudo certo, que o amor vá e volte mais completo, complexo, cheio de sentimentos. Que a cama fique mais completa.

    ResponderExcluir