segunda-feira, 15 de junho de 2015

Não, eu não sou o seu amor

Se eu fosse o seu amor
você se importaria
Se eu fosse o seu amor
não me enganaria
Se eu fosse o seu amor
sua mãe não se meteria
Se eu fosse o seu amor
você não me esqueceria
Se eu fosse a porra do seu amor
eu sentiria
Se eu fosse o seu amor
você me ligaria agora
Se você soubesse amar
alguém além de você
eu acreditaria
Se eu fosse o seu amor
amor me daria
Se eu fosse o seu amor
um homem de verdade você seria.

4 comentários:

  1. Você é o teu maior amor, Helen. Ninguém pode te tirar isso - assim como ninguém pode tirar a tua poesia de você.

    ResponderExcluir
  2. Quem lê interpreta ou lê no que da escrita retira...confesso que "Se eu fosse o seu amor um homem de verdade você seria." é intrigante...intrigante no saber se a mulher complementa o homem, o homem complementa a mulher ou só mesmo a união faz a força de ambos como um todo. Sintomatologia do ser...

    ResponderExcluir
  3. Pergunto sempre, Helen, qual o melhor a paz de uma relação estável, porem monótona, previsível, morta, ou as desventura da paixão, sua tortura, suas inseguranças. Beijos!

    ResponderExcluir